EMPREENDEDORISMO JUVENIL: UM SALTO ALÉM DA IDADE.



Quando pensamos em empreendedorismo logo nos é apresentado uma impressão que já perdura por longa data de que empreender destina – se a rotina de atividades de uma pessoa adulta. Por séculos nossa sociedade foi comandada por pessoas com uma grande “bagagem” de experiências vividas e com idade madura.

Uma pesquisa divulgada em diversos meios sociais revelou que 90% dos empreendedores bem sucedidos no Brasil possuem mais de 40 anos de idade e que contam com mais de 20 anos trilhando o caminho do empreendedorismo.

Grande parte dos presidentes de grandes grupos de empreendimentos e participações pensa que os jovens que convivem nesta sociedade atual tem serventia apenas para auxiliar na administração ou vender produtos para os clientes que assim o procuram.

Quando falamos de Empreendedorismo Juvenil, muitos se assustam por pensar que poderá ser um desastre e acabar por ferir a sociedade atual dos mais poderosos. Porém a juventude é o melhor período para realizar um empreendimento, pois a força e a pujança dos jovens são invejáveis e se tornam constantes quando empenhada no local correto.

Para um jovem realizar um empreendimento de sucesso se faz necessário que ele tenha capacidade suficiente de dar um salto na história e aprender sozinho aquilo que os adultos aprenderam com o passar do tempo.

Os jovens possuem uma capacidade surpreendente de criarem soluções para problemas, criarem possibilidades novas e sobre tudo criarem formas de empreender de um jeito seguro e que colabore com o meio ambiente e com a sociedade em que estão inseridos.

Por vezes, o jovem tem o desejo de empreender, seja em uma pequena loja de artigos esportivos, em um estúdio  fotográfico, em uma Lan House e em tantos outros segmentos, porém são empatados por seus pais no quesito de documentação, uma vez que grande parte dos pais acreditam que os filhos devem estudar como loucos ao invés de perder tempo empreendendo.  Desde cedo se faz necessário o auxilio dos pais do adolescente, seja para conseguir uma emancipação para emitir o CNPJ ou até mesmo financeiramente para investimentos precisos no empreendimento.

Um exemplo claro e evidente de um empreendimento que deu muito certo no mundo e que todos possuem acesso é o grupo Facebook que é gerido por Mark Zuckerberg desde quando criou a rede social com apenas 19 anos de idade.  Hoje o Grupo Facebook rege os principais aplicativos do mundo e possui sede fixa em quase todos os países do mundo, lembrando que foi criado por um jovem que na época possuía 19 anos completos.

Exemplos como o de Mark Zuckerberg e de tantos outros empreendedores sociais e tecnológicos movem o mundo para o sentido juvenil, quebrando as arestas do políticamente correto e dando espaço para aqueles que vão cuidar do nosso mundo em épocas futuras.

Vale a pena inserir jovens visionários no meio de grandes empresas para que juntos possam chegar a grandes denominadores levando em consideração a experiência dos mais velhos e a Inteligência dos mais jovens.

- - - - - - - - - - 

Marcus Vinícius de Albuquerque, Jornalista, Radialista, Âncora de programa jornalístico, Assessor de Imprensa, Mestre de Cerimônias, Palestrante, Apresentador, Ator, Escritor, Compositor, Profissional de Mídias Sociais, Fotógrafo, Coordenador de Projetos, Assessor Político e estudioso da História e Museologia.


Marcus Vinícius de Albuquerque
DRT: 6856/PE

Comentários

Anterior Proxima Página inicial