Namoro na Adolescência!

casal adolescente
O assunto namoro na adolescência é algo que eu sempre pensei em ter a cabeça aberta e estar preparada o suficiente para encarar e lidar quando chegasse à adolescência das minhas filhas, mas vi que não estou quando chegou a minha vez. Fui obrigada a ver que perdi uma parte do controle, as vontades deles já não podem ser controladas como fazíamos quando eram menores. Os desejos começam a surgir, as vontades sendo impostas e o que achamos ser melhor pra eles, não sera escutado como anteriormente.
Geramos por 9 meses nosso bebezinho, criamos, educamos, nos dedicamos e oferecemos o nosso melhor a eles e em troca eles crescem tão depressa, porque? De repente os hormônios começam a borbulhar, a curiosidade aparece e o papo namoro surge. Bem vinda à adolescência
Hoje em dia o namoro na adolescência se tornou algo tão banalizado, perdeu o “encanto” de antigamente onde o casalzinho namorava através de cartinhas e bilhetinhos escondidos, se conheciam, se encantavam um com o outro, se beijavam com os olhos sem ao menos se tocar. Hoje tudo está escandalizado, adolescentes “ficam”, se beijam, trocam carícias publicamente e chegam aos finalmente com a maior naturalidade do mundo e trocam de parceiros instantaneamente. A grande verdade é que namoro na adolescência esta virando coisa do passado, a coisa agora é “pegar geral” e não se prender com um só parceiro.Alguns ou posso dizer que infelizmente uma grande maioria dos adolescentes, pela falta de acompanhamento dos pais, conselhos e direção de vida acabam encerrando essa fase que deveria ser de repleta curtição e conhecimento, por uma vida de adulto antecipada. Pela falta de aconselhamento, o namoro na adolescência acaba se tornando um pré-casamento, e o que deveria ser um assunto tão simples vira um assunto serio, tendo riscos inclusive de ocorrer uma possível e indesejável gravidez.
Por isso aconselho todos os pais a conversarem mais com seus filhos, estarem alertas para o que ocorre ao redor deles. Estejam cientes com quem estão se envolvendo, afinal na adolescência eles se acham super heróis, imbatíveis e tudo pode acontecer com os outros menos com eles, e a supervisão dos pais é primordial em qualquer fase etária. Dar liberdade, não significa soltar as rédeas e permitir que façam o que quiser. É possível dar liberdade impondo limites e regras, afinal na adolescência ainda estão em construção de caráter e muitas vezes agem sem ter conhecimento das consequências.
Pais de meninos devem se atentar aos conselhos que dão e principalmente ao apoiar o namoro na adolescência e a reforçar impulsos machistas como devem “pegar geral”. Os meninos devem ser educados para respeitar as meninase trata-las com dignidade e educação, a época de se criar meninos machistas e a mãe das meninas terem que segura-las já passou. Respeito e educação devem ser ensinados para ambos os sexos. Se prepare psicologicamente e com informações e tenha uma conversa sobre sexualidade, sobre relacionamentos, explique os riscos, jogue limpo e passe o máximo de segurança possível sobre o assunto e coloque seu ponto de vista. Eles podem não seguir a risca o que dizemos, mas ao menos saberá sua opinião sobre determinados assuntos e pensarão antes de fazer com certeza.
Sermos amigos dos filhos é essencial, além de criar um relacionamento saudável entre pais e filhos, ele se sentirá mais seguro para poder contar algo ou tirar alguma dúvida, e ate mesmo pedir conselhos. Evite proibições, isso fará que eles façam escondido, podendo ter um problema ainda mais grave, tente o direcionar da melhor forma possível e assim viverão essa fase em paz e com tranquilidade, se é que é possível para nos pais passarmos por essa fase de namoro na adolescência com esse sentimento.
Anterior Proxima Página inicial