Integrante de quadrilha especializada em clonar cartões é preso em Boa Viagem

Um homem suspeito de integrar uma quadrilha que clonava cartões de crédito para fazer compras fora do país foi preso na tarde desta segunda-feira (19). Márcio Luis Ferreira da Silva, 27 anos, foi detido após tentar sacar cerca de R$ 200 mil de uma agência da Caixa Econômica Federal, na Avenida Conselheiro Aguiar, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

Ele estava acompanhado de mais dois rapazes, quando a polícia foi acionada. Um cliente da agência desconfiou da atitude dos suspeitos e acionou a Companhia Independente de Policiamento em Motos (CIP Motos). Após a detenção do grupo e consulta no banco de dados, foi encontrado o mandado de prisão em aberto. O grupo foi encaminhado para a sede da Polícia Federal, no bairro do Recife Antigo.

De acordo com a PF, Márcio Luis estava foragido desde a deflagração da Operação Miami, em novembro de 2015, que desarticulou uma organização criminosa suspeita de clonar cartões de crédito para realizar saques e compras em cidades americanas, através do sequestro de dados financeiros e bancários de vítimas brasileiras.

Para conseguir os dados das vítimas, os bandidos invadiam os sistemas das operadoras de cartões de crédito e copiavam as informações. As compras eram realizadas principalmente nas cidades de Los Angeles, Orlando e Miami e todo o dinheiro era gasto na Flórida e na Califórnia. Na época um português e três brasileiros foram presos quando desembarcaram no Aeroporto do Recife.

Márcio foi o único que escapou por ter ficado nos Estados Unidos. Na época, os suspeitos foram autuados pelos crimes de associação criminosa, estelionato, furto por meio de fraude e falsidade ideológica. Com ele, foi apreendido R$ 10 mil e um veículo polo de cor cinza. Após a autuação, Márcio Luis foi levado o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel).
Anterior Proxima Página inicial