Turista encontrado morto em piscina de hotel no Recife não sabia nadar

O jovem Bruno Guilherme Ribeiro, 20 anos, natural de São Paulo, que foi encontrado morto no dia 6 de março na piscina de um hotel de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, não sabia nadar, afirmou o delegado Carlos Couto, titular da Delegacia de Boa Viagem, que está investigando o caso. A informação reforça a hipótese de que o jovem teria se afogado ao entrar na parte mais funda da piscina, que tem 2,6 metros.
Turista encontrado morto em piscina de hotel em Boa Viagem (Foto: Reprodução/TV Globo) "Os parentes disseram que, dez minutos antes de morrer, ele ligou para o pai dizendo que estava na área da piscina e ia para o quarto em seguida. O pai respondeu 'meu filho, não vá para o fundo não porque você não sabe nadar'. Ao que tudo indica foi um acidente, mas ainda temos que aguardar os resultados do Instituto de Criminalística (IC) e o laudo do Instituto Médico Legal (IML)", afirmou o delegado.
O laudo preliminar do IML constatou asfixia por afogamento. Segundo o delegado, já é possível afirmar que o rapaz não havia consumido bebida alcóolica. Na semana passada, foram ouvidos quatro funcionários do hotel, além da prima e do cunhado do jovem, que vieram para reconhecer o corpo e fazer o translado para São Paulo.
De acordo com Carlos Couto, a família do rapaz disse que esta era a sua primeira viagem de avião e o jovem veio ao Recife à passeio.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial