Professores do Recife suspendem greve após promessa de negociações


Os professores da rede municipal de ensino do Recife suspenderam a greve deflagrada no dia 8 de março, após assembleia nesta sexta-feira (18). De acordo com o Sindicato Municipal dos Professores de Ensino da Rede Oficial do Recife (Simpere), a categoria suspendeu o movimento grevista após um documento assinado pelo secretário de Administração do Recife, Marconi Muzzio acordar que não serão descontados dos professores os dias paradas pelo movimento grevista e que a mesa de negociação está reaberta com a categoria.
De acordo com a diretora do Simpere, Cláudia Ribeiro, a categoria ocupou a Secretaria de Educação na quinta-feira (17) e só saiu depois das 20h após a negociação.  "Depois desse documento por escrito, nós realizamos uma assembleia hoje e votamos pelo fim da greve a partir dessa garantia dada pela Prefeitura", afirmou.
No entanto, segundo com o secretário Marconi Muzzio, os professores municipais não cumpriram com a negociação feita na quinta, invalidando assim o acordo assinado. "Eu fui surpreendido ao receber o óficio do Simpere que dizia que a greve não foi encerrada, e sim suspensa. [Essas palavras] não são uma questão de semântica, juridicamente suspender e encerrar são diferentes. Teve uma quebra do que foi acordado, no último item do documento estava subordinado encerramento da greve no dia 18 de março [nesta sexta], não na segunda-feira (21). Nós não negociamos isso de dias parados com nenhuma categoria, mas não tivemos um equilíbrio", afirmou o secretário de Administração.
De acordo com a presidente do Simpere, a opção de suspender é se resguardar de que, caso seja quebrado o acordo, a categoria pode retomar a greve de forma instatânea. "O fato é que vamos voltar ao trabalho, nós acabamos a greve. Optamos pela suspensão porque é uma conjunção que põe a gente em alerta", afirmou Cláudia Ribeiro.
A diferença entre suspensão e encerramento, na prática, é que com o encerramento o movimento grevista precisa realizar uma nova assembleia com um quorum majoritário e esperar 72 horas legais para parar as atividades. Com a suspensão, a greve pode voltar a qualquer momento.
Movimento grevista
A reivindicação é de que a prefeitura cumpra o repasse do piso salarial nacional que é de 11,36% para todos os professores, como determinado pela Lei Federal nº 11.738. Atualmente, o salário inicial de um professor em Pernambucoé de R$ 1.917,78 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.
A greve dos professores da rede municipal foi declarada ilegal no dia em que foi deflagrada, 8 de março, pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco. Segundo a sentença, a paralisação atingia os serviços públicos essenciais e, por isso, caso a categoria não retornasse às atividades imediatamente,a multa diária seria de R$ 30 mil.
Ainda assim, de acordo com o sindicato, aproximadamente 80% dos mais de 6 mil profissionais aderiram ao movimento. A Prefeitura do Recife afirmou que 4210 professores estavam em sala de aula, totalizando 64% da categoria, e que 214 das 307 escolas e creches-escolas funcionaram, totalizado 70% da rede municipal de ensino.
Anterior Proxima Página inicial